Passar para o Conteúdo Principal

Pesquisar

Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Mesa da Zambujeira do Mar está na Final das 7 Maravilhas à Mesa

Slider 01 1 1024 2500
10 Setembro 2018

760 10 70 35 é o número para votar na nossa Finalista nas 7 Maravilhas à Mesa. Até ao dia 16 de setembro decorrem as votações para a apurar as 7 Maravilhas à Mesa, sendo as chamas ilimitadas.


A “Mesa da Zambujeira do Mar” é uma das finalistas apuradas para a grande final das 7 Maravilhas à Mesa, cujos resultados serão conhecidos a 16 de setembro na Gala Final, transmitida em direto de Albufeira, na RTP 1.


Todo o nosso património está representado no Barco à Mesa da Zambujeira do Mar. O Município de Odemira inscreveu a mesa em três categorias (gastronomia, vinhos e azeites e roteiros), salientando a frescura e intensidade dos sabores do mar, a essência do pão tradicional alentejano, a qualidade dos vinhos Rosé Vicentino 2015 e Branco Vicentino 2016, a autenticidade do Medronho SW e a experiência única que a Rota Vicentina permite, sendo que esta candidatura é apadrinhada pelo jornalista Paulo Camacho.


A candidatura da “Mesa da Zambujeira do Mar” é composta por:


GASTRONOMIA
1. Pão: Pão da Zambujeira, cozido em forno de lenha
2. Petiscos: Polvo grelhado, temperado com azeite, alhos e coentros
3. Peixe e Marisco: Barco de Marisco da Costa Alentejana
VINHOS E AZEITES
4. Rosés: Vinho Rosé Vicentino 2015
5. Brancos: Vinho Branco Vicentino 2016
6. Licorosos: Medronho SW
ROTEIROS
7. Experiências Únicas: Rota Vicentina


Na gala transmitida em direto pela RTP 1 da vila de Odemira, no dia 19 de julho, a candidatura da mesa da Zambujeira do Mar passou à fase final. A lista completa das 14 mesas finalistas será conhecida no dia 2 de setembro.


A intenção é inscrever o nome de Odemira nas “7 Maravilhas à Mesa”, a exemplo das participações anteriores nas “7 Maravilhas de Portugal” (Maravilhas Naturais de Portugal, As Melhores Praias de Portugal e Aldeias de Portugal), que têm possibilitado a promoção do território odemirense num contexto nacional e internacional.

Voltar ao topo