Passar para o Conteúdo Principal

Pesquisar

Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Comércio, Serviços e Indústria

COMÉRCIO, SERVIÇOS E INDÚSTRIA
Deste setor abrangente podemos construir uma abordagem de caracterização por cada uma das áreas que passam por uma análise histórica e um quadro atual de desenvolvimento de cada um.
O comércio é uma das atividades ancestrais que, do ponto de vista de fluxos de investimento, tem apresentado uma mobilidade muito interessante ao longo dos anos. Territorialmente, esta atividade, acompanhou a deriva demográfica e económica do interior para o litoral do concelho. A sua natureza de pequena unidade familiar nunca de alterou ao longo dos anos mas a sua adaptação aos novos públicos e novas necessidades é evidente, partindo de um comércio fundamentalmente dedicado aos bens fundamentais de primeira necessidade quer das famílias quer das empresas a evolução tem vindo a acompanhar o crescendo das necessidades menos básicas, próprias de uma época consumista e com muito maior capacidade de compra.

É já num quadro crescente de fluxos demográficos sazonais associados ao turismo e a um crescendo do poder de compra das comunidades locais, tal como a uma maior capacidade de mobilidade dessas populações, que o comércio local tradicional sofre os primeiros abalos. Em primeira instância contou a capacidade de mobilidade das populações locais e do aumento do seu poder de compra, o que lhes permitiu, aproveitar ofertas ainda que mais distantes consideravelmente mais apelativas, normalmente associadas a espaços físicos congregadores de uma enorme diversidade de oferta. Em segunda instância a fixação de médias superfícies no território criaram um novo paradigma de concorrência que veio alterar, ainda hoje continua o processo de adaptação, as estratégias de gestão de muitas destas unidades empresariais familiares.
 
COMÉRCIO, SERVIÇOS E INDÚSTRIA

Hoje o comércio vive essa fase dinâmica de transformação e adaptação a novos públicos, a novas regras e a novas concorrências, e, a este quadro de grande agressividade os empresários têm respondido, em alguns locais em particular, com forte empenho e motivação, por um lado alargado os leques de oferta e por outro diferenciando os produtos que apresentam aos consumidores. 

Os serviços têm vindo a assumir um papel crescente, quer em termos de volume de negócios, quer em termos de número de empresas e mesmo em termos de diversidade de oferta. Neste âmbito os serviços complementares e especializados na agricultura, floresta e no turismo têm ajudado a impulsionar e a modernizar esses setores, criando as condições para o aumento da sua competitividade e diferenciação.

A indústria é um setor com uma expressão menos significativa no território, no entanto, parece ter encontrado, no concelho, as áreas de desenvolvimento onde crescer, designadamente na indústria agroalimentar. Neste contexto, assumem relevância o Matadouro do Litoral Alentejano, SA, Centro de Transformação e Embalamento de Produtos Agroalimentares, melarias e queijarias.

Assim, as velhas indústrias tradicionais como a corticeira e a moageira estão a dar lugar, tal como no comércio e serviços, a respostas novas para novos públicos, mas assentes, em grande maioria, em iniciativas coletivas e individuais de média e pequena dimensão, fruto da massa crítica do território e da natureza dos seus recursos: de muito alta qualidade e relativamente escassos.
Voltar ao topo