Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Fórum da Saúde: Debater e avaliar o setor da saúde no concelho

21 Maio 2024

Refletir sobre as políticas e práticas da saúde no concelho de Odemira foi o objetivo do Fórum da Saúde, que decorreu no dia 18 maio, numa iniciativa dinamizada pelo Grupo de Trabalho Temático da Saúde da Assembleia Municipal de Odemira.

Cerca de 60 participantes reuniram-se para um dia intenso, no salão dos Bombeiros Voluntários de Odemira, entre profissionais de saúde, responsáveis de instituições de saúde e setor social, bombeiros, deputados municipais, sendo de destacar a presença da Presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), Catarina Arizmendi Filipe. A iniciativa contou com a participação do Presidente da Câmara Municipal, Hélder Guerreiro, e das vereadoras Raquel Silva e Isabel Palma.

Para Ana Aleixo, Presidente da Assembleia Municipal de Odemira, “o Fórum da Saúde foi um reforço do trabalho desenvolvido pela Assembleia Municipal e tantas vezes desconhecido. O Fórum permitiu mostrar à população e aos agentes desta área todo o trabalho desenvolvido neste grupo de trabalho, reunindo-se na mesma sala todos aqueles que nos permitem trocar experiências e pensar em conjunto. As boas soluções só se conseguem através da interajuda e partilha. Este foi mais um passo.”

Depois de uma manhã dedicada a profissionais de saúde e entidades convidadas, durante a tarde o Fórum abriu as portas à população, para participar no debate e partilhar as suas preocupações. Procurou-se promover a partilha de conhecimentos, experiências e ideias, bem como debater e avaliar questões fundamentais do setor da saúde.

O enfermeiro Hugo Mendonça apresentou duas boas práticas da ULSLA, premiadas a nível nacional e relevantes para o concelho: percursos assistenciais integrados e gestor de caso.

Este foi também o momento para apresentação e reflexão sobre os resultados do questionário aplicado à população em geral, em 2023, sobre “O Estado da Saúde no Concelho de Odemira”, dinamizado pela Assembleia Municipal. Com o total de 387 respostas, os problemas mais identificados incidiram na falta de médicos, acesso a consultas, os tempos de espera, dificuldades no contacto com o Centro de Saúde e os constrangimentos decorrentes das distâncias.

Para fomentar o diálogo e partilha foram dinamizados grupos de trabalho, dedicados aos temas acessibilidade aos cuidados de saúde e consultas centro de saúde e de especialidade, serviço de urgência, transporte de doentes e emergência pré-hospitalar, recursos humanos, equipamentos e infraestruturas, qualidade, soluções e inovação em saúde.

Os participantes, provenientes de diferentes áreas e diferentes responsabilidades, tiveram a oportunidade de discutir ideias e elaborar propostas para solução de alguns dos problemas identificados. No final, sublinhou-se o momento colaborativo vivido, de grande partilha entre diferentes atores que normalmente não têm esta oportunidade.

Com o Fórum da Saúde pretende-se auscultar todos os intervenientes do setor, com vista a potenciar uma contínua melhoria do acesso da saúde para toda a população, um dos grandes desafios para o concelho de Odemira, face às caraterísticas do território e ao aumento da população.