Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Município de Odemira solidariza-se com Associação de pais do Agrupamento de Escolas de Colos

20141020091943723439 1 1024 2500
20 Outubro 2014
O Município de Odemira mostra-se solidário para com a Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de Colos, que exige ao Ministério da Educação a contratação de pessoal auxiliar de ação educativa para a Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico e Escola do 2º e 3º ciclo de Colos.
A Câmara Municipal de Odemira aprovou, por unanimidade, em reunião realizada no dia 16 de outubro, as moções das Freguesias de Colos e de Relíquias “Em defesa do ensino de qualidade e com condições para os alunos”.

A resolução do problema da falta de pessoal auxiliar de ação educativa para a Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico e para a Escola do 2º e 3º ciclo de Colos já tem sido discutida e exigida pelo Município de Odemira em diversas reuniões com a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares do Alentejo.

Por decisão dos pais, os 35 alunos da Escola do 1.º ciclo do Ensino Básico de Colos estão a faltar às aulas desde o dia 13 de outubro, pois a escola está a funcionar sem pessoal auxiliar de ação educativa. A Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de Colos e os representantes de turma estão a mobilizar os pais para que hoje, segunda-feira, 20 de outubro, todas as escolas do agrupamento estejam inativas, sem alunos, numa ação de protesto para exigir a colocação de pessoal auxiliar na escola.

O edifício da escola do 1º ciclo situa-se no recinto da Escola Básica do 2º e 3º Ciclo de Colos, sede do Agrupamento de Escolas, que não dispõe de pessoal auxiliar suficiente para assegurar o bom funcionamento da escola do 1º ciclo.

Ao todo o Agrupamento de Escolas de Colos tem quatro escolas do ensino pré-escolar, seis do 1º ciclo e uma escola do 2º e 3º ciclo, num total de 350 alunos.