Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Festival de Teatro Amador em Odemira

14 Setembro 2015
De 19 de setembro e até 31 de outubro decorrerá o Festival de Teatro Amador de Odemira, com a participação de sete grupos de teatro do concelho, que sobem ao palco do Cineteatro Camacho Costa, todos os sábados, a partir das 21.30 horas, com entradas livres. Esta é mais uma iniciativa que se desenvolve no âmbito do Setembro Cultural, um evento que tem como objetivo promover a cultura do concelho, numa iniciativa do Município de Odemira.

No dia 19 de setembro será apresentada a peça “Festa Infernal 2”, pelo Grupo de Teatro Desenferruja Mentes. Com encenação de Fernando Parreira, resulta de uma adaptação da obra “Carnaval Infernal”, com interpretação de Daniela Maia, Fábio Guerreiro, Joana Silva, Miguel Reis, Miguel Silva, Rita Matias e Tatiana Fragoso. O Diabo organiza uma festa de boas vindas em sua casa e convida personagens míticas e reais bem conhecidas.

No dia 26 de setembro será apresentada a peça “A vida de um Pinga Amor”, pelo Grupo de Teatro Calitrus. Com direção de Rui Pisco, conta no elenco com Dilar Camacho, Filomena Noválio, Guilherme Raposo, Raquel Raposo, André Ramos, Beatriz Mansos, João Mansos e Paula Encarnação. Esta é uma criação coletiva que trata as desventuras de um caixeiro-viajante.

No dia 3 de outubro subirá ao palco o Grupo de Teatro Os Gatos Pingados, com a peça “A Tasca da Piriquita”. É uma criação teatral coletiva com direção de Rui Pisco, com Eva António, Sérgio António, Duarte Cruz, Carina Guerreiro, Laura Guerreiro, Luísa Machado, Vítor Maria, Leonel Parreira e Cláudio Silva. Retrata uma pequena comunidade rural que se vê perante a visita de um falso fiscal da fazenda.

Para o dia 10 de outubro, está agendada a peça “Santa Felícia”, pelo Grupo de Teatro Acordar. Um original do grupo, que conta a história de um novo médico que chega à aldeia. No elenco estão Isilda Simão, Rosário Cardoso, Luciana Santos, Mariana Cardoso, Mariana Durães, Cristina Calvinho, Ângela Marques, José Amador, Francisco Fiúza e Manuel Martins.

No dia 17 de outubro será a vez do Grupo de Teatro As Galderices apresentar “O Tesouro da Bélinha”. Adaptação teatral da lenda “O Cágado de Ouro” e do conto “O Tesouro da Terra”, um retrato da vida e das artes das gentes da foz do rio Mira. Com Ideme Nobre, Ida Santos, Inácia Silva, Marcela Rosário, Judite Guerreiro, Joaquina Carraço, Migusta Albino, Adémia Mateus, Jacinto Silva e Luz Campos, com direção de Rui Pisco.

No dia 24 de outubro, o Grupo de Teatro Cabanita apresenta “Truz Tuz! – Quem é?”, um original com encenação de Mariana Parreira. Aborda a Natureza Humana, suas fantasias, preferências, estereótipos e mitos. Com Ana Ventura, André Santos, Florbela Afonso, José Rema, Juan Garcia, Pedro Simões, Sofia Fino, Sónia Santos, Vitória Mateus e Zacarias Silva.

“A Dama Pé de Cabra”, pelo Grupo de Teatro Rústico, será a última peça a ser apresentada, no dia 31 de outubro. Adaptação teatral do texto do séc. XI, recolhido por Alexandre Herculano. Esta lenda conta a história de D. Diogo e dos males que sofreu por ter casado com uma dama com pés de cabra e como ela o salvou do martírio. Criação coletiva com direção de Rui Pisco e com Ana Alegria, Henriqueta Patrício, Joana Nobre, Sílvia Nobre, Nelson Gonçalves, Lionel Parreira e Aurélio Costa.