Passar para o Conteúdo Principal

Pesquisar

Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Santa Clara-a-Velha

img_santa_clara-a-velha

ernando Manuel Martins da Silva PeixeiroPresidente:
Fernando Manuel Martins da Silva Peixeiro 

Secretária: 
Maria da Conceição Afonso Dias

Tesoureiro:
Jaime Manuel Afonso Gonçalves
 
População: 873 habitantes (INE, Censos 2011)
Área: 163,7 km2 (fonte: DGT)

História

Esta freguesia foi integrada no concelho de Odemira no início do século XIX. Antes pertencia ao concelho de Ourique e chegou a integrar os vastos domínios da Ordem de Santiago de Espada.

A povoação cresceu junto às terras férteis do vale do rio Mira, sendo a serra a sua paisagem predominante.

Em 1985 com a criação da freguesia de Pereiras-Gare, a Santa Clara-a-Velha perdeu parte do seu território. Com a reorganização administrativa do território das freguesias implementada em 2013, expressa na Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro, a freguesia de Santa Clara-a-Velha volta a reintegrar o território perdido para Pereiras-Gare.

A agropecuária é a atividade predominante na freguesia, embora haja a presença de serviços e comércio. A floresta ocupa também grande parte da área da freguesia.

Santa Clara-a-Velha merece uma visita atenta e demorada. A aldeia, branca e florida, desenvolveu-se à sombra da igreja de Santa Clara de Assis, conservando o seu caráter rural. Nota também para a fonte do Azinhal, datada de 1892 e restaurada em 1995, junto da qual existe um aprazível parque de merendas.

A não perder é a barragem de Santa Clara, a quatro quilómetros da sede de freguesia.

Mandada construir pelo Estado Novo, a albufeira cobre uma área de 1986 hectares, sendo considerada uma das maiores da Europa.
Alimentada pelo rio Mira, a partir de Santa Clara a água percorre 84,9 km de canais, 50,4 km de distribuidores e 309,6 km de regadeiras.

O espelho de água de Santa Clara é dos mais fortes pontos de interesse turístico do interior do concelho de Odemira. Um passeio por este lago gigante permite observar os seus inúmeros recantos e ilhéus, quase sempre com uma paisagem de floresta como envolvência. Do paredão ou do cimo do cerro que acolhe a Pousada de Santa Clara, a grandiosidade da barragem impressiona.
A não perder também a paisagem que se pode observar no alto do Cerro da Confraria, com destaque para o panorama do casario de Pereiras-Gare.

Ano de fundação:

A freguesia de Santa Clara-a-Velha foi integrada no concelho de Odemira no início do século XIX

Evolução demográfica

Ano
População
1960 2959
1970 2332
1981 1573
1991 948
2001 780

Nota:
Até à agregação da freguesia de Pereiras-Gare à freguesia de Santa Clara-a-Velha, e de acordo com o INE, Censos 2011, a freguesia de Pereiras-Gare tinha 271 habitantes e a freguesia de Santa Clara-a-Velha 602 habitantes.

Economia:

Agropecuária, produção florestal, serviços e comércio

Localidades:

Cortes Pereiras, Corte Brique, Pereiras-Gare, Gavião, Fitos e Vale Negro

Padroeira:

Santa de Assis, homenageada no 2º domingo de agosto

Feiras, festas e romarias:

Festa religiosa: 2º domingo de agosto, homenagem à padroeira

Curiosidades:

A albufeira da barragem de Santa Clara, mandada construir pelo Estado Novo, cobre uma área de 1986 hectares, sendo considerada uma das maiores da Europa. Alimentada pelo Rio Mira, a partir de Santa Clara a água percorre 84,9 km de canais, 50,4 km de distribuidores e 309,6 km de regadeiras.

Também de apontar nesta freguesia o facto de na aldeia de Pereiras-Gare se encontrar a ponte mais alta do Sul do País, a ponte dos Mouratos, sobre a qual passa a linha de caminho-de-ferro.

Património edificado

Igreja de Santa Clara de Assis: A sua construção data da primeira metade do séc. XVI tendo sido colocado o altar lateral no séc. XVII e os altares de talha dourada e policromada no séc. XVIII. É um edifício de arquitetura religiosa manuelina, barroca, vernácula cuja tipologia se enquadra na utilizada pela Ordem de Santiago de Espada à qual este edifício pertenceu. Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais

Ponte de D.ª Maria: Construída no séc. XVIII é conhecida localmente como ponte romana por se situar perto de uma via romana que ligaria Beja ao Algarve e cujos vestígios perduram ainda. Em meados do séc. XX uma intervenção provocou uma derrocada parcial desta ponte. Foi alvo de obras de valorização em 2004 pelo IPPAR.

Contactos

Junta de Freguesia de Santa Clara a Velha

Largo de Goa, 1, 1.º 
7665-880 Santa Clara-a-Velha 

Tel: 283 882 265 
Fax: 283 881 270 

E-mail: 
fsclaraavelha@mail.telepac.pt

Localização

Voltar ao topo